16 congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho

Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho 2016
Estive presente no 16 congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho que aconteceu entre 14 e 16 de abril, Bahia Brasil. Este congresso acontece a cada 2 anos e traz as maiores novidades em Cirurgia do joelho. Vários palestrantes nacionais e estrangeiros estiveram presentes.
Apresentei o Trabalho de Uso do ácido Tranexâmico em Artroplastia total do joelho que venceu o concurso de melhor tema livre do congresso .
Uso do ácido Tranexâmico em Artroplastia total do joelho
Neste congresso foram discutidos temas sobre as patologias do joelho como problemas patelofemorais , artose, lesão dos ligamentos e mensicos dos joelhos por vários especialistas em joelho.

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar o link

Congresso Americano de Ortopedia

Na ultima semana estivemos no congresso anual de ortopedia e medicina esportiva em Orlando, USA.  A chamada academia americana de cirurgiões ortopedistas AAOS  foi realizada no complexo de eventos Orange County em Orlando. Ao redor de 10 mil profissionais de todo o mundo estiveram presentes para discutir novas técnicas e novas tecnologias para o tratamento de problemas ortopédicos e de medicina esportiva.

Ari Zekcer, Especialista em Joelho visita AAOS

Especialistas em várias áreas da ortopedia e medicina esportiva estavam presentes discutindo casos clínicos e novas técnicas para o tratamento de diversas patologias nas articulações como  lesões nos joelhos , quadris, coluna , tornozelos e etc..

Em relação a articulacão do joelho vários especialistas em joelho tiveram reunidos vários dias seguidos debatendo sobre as melhores técnicas para cada patologia. Muitas delas foram exclusivamente sobre as próteses do joelho, chamadas de artroplastias do joelho como as técnicas cirúrgicas, pós operatório , fisioterapia e durabilidade.

AAOS1Entre as novidades na indústria de materiais varias máquinas de ressonância magnética abertas e menores estavam expostas para aliviar aqueles que tem claustrofobias nas máquinas convencionais que são fechadas.

A Stryker trouxe o novo robô para auxiliar nas cirurgias de artroplastias de quadril e joelho  uma novidade que ainda precisa ser comprovado seu beneficio.

Novas artroplastias foram mostradas confeccionadas com novas tecnologias e novos matérias prometendo maior durabilidade, assim como próteses feitas sob medida para cada paciente, realizada através de um exame de tomografia em 3 D do joelho do outro lado, as imagens são arquivadas por um computador e a nova prótese é confeccionada sob medida por uma impressora 3 D e depois feita em titânio, porém seu custo ainda é muito elevado.

AAOS

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar o link

Cisto de Baker (Cisto Poplíteo)

Também chamado de Cisto Poplíteo, o cisto de Baker é uma bolsa formada atrás do joelho, que pode se encher do líquido sinovial, ou seja líquido que vai do joelho para a bolsa atrás.
É muito comum as pessoas terem o cisto de Baker, não saberem e passarem a vida toda sem nenhum sintoma.

Cisto de Baker (Cisto Poplíteo)

Quando o paciente tem alguma lesão ou inflamação no interior do joelho como lesão do menisco ou alguma inflamação tipo artrite reumatoide ou por aumento do acido úrico, o líquido se acumula na articulação e faz pressão para todos os lados. A zona de fraqueza maior é na região posterior e o líquido acaba acumulando se no cisto. O desgaste do joelho também chamado de artrose também provoca acumulo de líquido podendo aumentar o tamanho do cisto.

Em algumas situações o cisto é palpável na região posterior do joelho provocando aumento de volume na região de trás do joelho, mas não causa dor. Em geral o problema é na parte anterior do joelho e a dor irradia se para a parte de trás.

Em raros casos o cisto pode se romper e um líquido gelatinoso escorre por debaixo da pele e músculos causando dor e inchaço na perna.

Cisto de Baker (Cisto Poplíteo)

O diagnóstico diferencial deve ser feito com tumores, artrites tipo reumatoides, entupimento de uma veia(trombose) e outros. Um ortopedista especialista em joelho pode fazer o diagnóstico que deve incluir um exame clínico e exames de imagem como RX, ultrassonografia, eventualmente ressonância magnética e exames de sangue para o diagnóstico de artrite.

O tratamento na maioria dos casos é conservador, pois a maioria dos sintomas é causado por uma inflamação dentro do joelho e esta inflamação sendo tratada, o cisto murcha e o inchaço passa.
Não raro paciente vem ao consultório do especialista em joelho achando que seu problema é um inchaço e dor na região posterior do joelho e na verdade trata se de uma artrose, ou desgaste da articulação.

Em raras exceções quando o cisto cresce demais e comprime as veias e artérias atrás do joelho como no caso da artrite reumatoide o cisto deve ser retirado cirurgicamente.

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar o link

Osteotomias ao Nível do Joelho

Quando a criança nasce e começa andar os joelhos vão entrando para dentro o que chamamos de valgo. Ao redor dos 4 ou 5 anos os joelhos devem alinhar voltando ao normal. Algumas patologias ou fatores genéticos colaboram para a demora ou ao não retorno ao normal do desvio dos joelhos e em alguns casos até entortam para fora o que chamamos de varo.
Osteotomias ao Nível do Joelho

Nestas idades entre 5 e 10 anos é possível melhorar os desvios em valgo e varo com uso de palmilhas e orteses (imobilizadores).

Ao redor de 12 anos nas meninas e 13 anos nos meninos os ossos das pernas passam a calcificar como no adulto e a possibilidade de correção com orteses e palmilhas diminui. Nestes casos quando o desvio é muito grande é feito um procedimento cirúrgico pequeno onde colocamos um grampo em um lado do joelho para que ele pare de crescer, deixando crescer somente o outro lado e com isto corrigindo a deformidade.

Osteotomias: Joelho valgoOsteotomias3

Quando passa a fase de adolescência e o osso ao redor do joelho esta igual ao adulto, ou seja, totalmente ossificado não é mais possível fazer a cirurgia pequena de fechamento precoce da fise. Nestes casos temos que realizar as osteotomia, ou seja fazer a correção direto no osso para acertar o alinhamento que em geral se faz no fêmur nos casos de joelho valgo (para dentro) ou na tíbia quando o joelho esta para fora (varo).

Osteotomias4Osteotomias5

Osteotomia para correção do joelho valgo no fêmur

Osteotomias6Osteotomias7

Osteotomia para geno varo na tíbia

Algumas pessoas desenvolvem varo ou valgo durante a vida devido a problemas secundários como após uma fratura grave, após a retirada do menisco, após desenvolver artrose (desgaste). O tratamento passa a ser o mesmo.

Em caso de dúvidas procure um especialista em joelho.

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar o link

Plica Sinovial do Joelho

A plica sinovial é um resquício embrionário da cápsula articular do joelho, ou seja é uma formação que acontece antes de nós nascermos como se fosse um dobradura do tecido que envolve o joelho a cápsula articular, que perdura durante toda a vida e 70 % da população tem esta alteração anatômica.

A plica sinovial do joelho pode aparecer em 4 lugares, suprapatelar, médio patelar, infra patelar ou na face lateral que é mais rara. Em geral a plica médio patelar é a que pode dar sintoma, pois ela fica entre a patela e o fêmur e acaba sendo comprimida ou sofre atrito entre os dois óssos.

Plica Sinovial do Joelho1

A dor e o estralos são os sintomas mais comuns, porém na grande maioria das pessoas ela é assintomática e as pessoas passam a vida inteira sem saber que a tem. Em geral ela passa a ser sintomática em paciente que fazem movimentos repetitivos solicitando a flexo extensão do joelho, em esportes como   basquete, volei e ainda mais comum no balé.

O diagnóstico é feito de forma clínica com a história de dor na face medial e/ou estalido no joelho, pois a plica médio patelar é a que mais comumente da sintoma. O especialista em joelho palpa a região da plica e sente um estralo como se fosse um pequeno cordão e com a flexão e palpação leva a dor quando está inflamada. O diagnóstico também pode ser feito pela ressonância magnética mostrando a plica entre a patela e fêmur como abaixo:

Plica Sinovial do Joelho2

A plica sinovial raramente da sintoma a não ser em casos especiais, porém ela é muito confundida com patologias que dão sintomas semelhantes principalmente as que acometem a região da patela como condromalacia patelar e a hiperpressão lateral da patela. O especialista em joelho é o profissional mais habilitado para fazer o diagnóstico com precisão.

Plica Sinovial do Joelho3O tratamento em 98 % dos casos é clínico com analgésico, anti-inflamatório, e fisioterapia para correção muscular. Raramente o tratamento passa a ser cirúrgico onde o especialista em joelho faz a ressecção da plica sinovial por videoartroscopia.

0
0
0
0
0
0
0
0
0
ou copiar o link